Quem somos

Saiba tudo sobre a Vila dos Pobres!

Casa de Longa Permanência Vila dos Pobres – Barretos –SP

Histórico:

Aos dezessete de fevereiro de mil novecentos e dezessete (17 de fevereiro de 1917), a Sra. Matilde Gitahy de Mello (conhecida como Dona Bijuca) juntamente com o Padre Manoel da Costa Gomes, colocaram a pedra fundamental da Vila dos Pobres, mas já em funcionamento com dependências improvisadas na Av. 21 entre asruas 32 e 34, onde atualmente funciona o Centro de Saúde. As primeiras moradoras da Vila dos Pobres foram: Francisca Fernandes e Maria Barbosa (ambas falecidas em 1917). Durante o ano de sua fundação a Vila dos Pobres recebeu dezessete pessoas, das quais, homens, senhoras e crianças.

Dona Bijuca, casada com o Sr. José Mello que também colaborava com a entidade, foi sempre uma alma escolhida por Deus para se doar pelos que sofrem. Devido ao aumento do número de necessitados, as irmãs Franciscanas da Penitência passaram a residir na Vila dos Pobres assumindo toda responsabilidade da casa. Com o passar dos anos, as irmãs Franciscanas precisaram deixar a entidade. Dona Bijuca procurou muitas comunidades religiosas, mas não foi possível encontrar quem pudesse continuar essa obra.

Foi então que Pe. Paulo Dall’Orto, vendo a angustia da tão dedicada senhora, apelou para a Associação das Auxiliares Missionárias Bertoni. Aos sete de fevereiro de 1957, o Fundador do Instituto Secular Servas de Jesus Sacerdote, Pe. Luiz Maria Fernandes Pisetta, juntamente com a diretora Hulda Maria Soares de Azevedo Del Papa enviaram três Auxiliares: Mafalda Levada, Eva Bento Dias e Julieta Sardelli para darem continuidade aos trabalhos que já vinham sendo realizados. A partir daí a Vila dos Pobres passa a ser orientada pelas Servas de Jesus Sacerdote.

Aos quatro de abril de 1957, a Associação das Damas de Caridade, em Assembleia, oficializa a entrega da Vila dos Pobres para a Associação das Missionárias Bertoni, com sessenta e cinco idosos.

A Vila dos Pobres é uma casa de Longa Permanência que tem por finalidade a prática da caridade cristã no campo da assistência social e da promoção humana visando especialmente, manter o estabelecimento destinado a abrigar pessoas idosas, carentes de ambos os sexos acima de sessenta anos e que necessitem de amparo de terceiros por não terem família ou alguém que lhes dispense os cuidados necessários, até o fim de suas vidas sem distinção de raça, cor, credo religioso ou político.

Esta casa conta com o apoio de diversas pessoas generosas que doam o seu tempo, profissão e conhecimento para tornar o atendimento mais efetivo e humano. O quadro de funcionários é composto por uma equipe especializada de enfermagem (Enfermeira e Técnicos), Clínico Geral, Serviços Gerais, Cuidadores, Fisioterapeutas, Educador Físico, Assistente Social, Terapeuta Ocupacional, Psicólogo, Nutricionista, Cozinheiras, Motorista e recepcionista, além de dentistas e médico voluntários. Vale salientar muitas parcerias, como: do órgão federal, estadual, e municipal/Fundo Municipal do Idoso, além da iniciativa privada e munícipes da cidade de Barretos. Há vários voluntários que, com muito carinho e zelo, se dispõem sempre a ajudar naquilo que se faz necessário, como por exemplo: equipe da confecção de fraldas, equipe do Brechó/decoração e festas, equipe do bingo, barbeiro e equipes do lanche nas tarde de domingo.

Sem a colaboração de toda comunidade Barretense seria impossível proporcionar um bom atendimento aos nossos queridos idosos.

Para proporcionar um bom acolhimento e mobilidade aos moradores e equipe de apoio, a Diretoria procurou ao longo dos anos proporcionar espaços adequados como: entrada para ambulância, jardim e ampla varanda, sala para recepção, escritório serviço social/ RH, refeitório e cozinha, ala masculina e feminina  com quartos e banheiros, barbearia e rouparia masculina, salão de beleza e rouparia feminina, lavanderia, dispensa, sala de enfermagem, sala de curativos, sala de repouso, almoxarifado, sala para confecção de fraldas, sala para separação de roupas doadas e alimentos, refeitório e sanitários dos funcionários, banheiros sociais, sala de aula e terapia ocupacional e sala de fisioterapia. A entidade disponibiliza um carro adaptado para transportar cadeirante em atendimento médico.